sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

ARTE NA FÓRMULA 1 - OUTUBRO DE 2008


CRÍTICA

Círculo Virtuoso

" Saulo Mota é um artista plástico que tem nas formas e na cor suas linguagens essenciais. A maneira como trabalhar essas características de sua pintura lhe confere um diferencial e um estilo facilmente reconhecível, vinculado a um pensamento em que a visão otimista predomina, com a valorização da vida.
Não é de se estranhar, portanto, que o assunto que ele tenha escolhido ao enfocar a Fórmula 1 seja o podium, o local em que se cristaliza a vitória por meio da interpretação dos hinos nacionais da equipe e do piloto vencedor e pelo tradicional ato de estourar o champanhe.
A celebração é um momento de regozijo repleto de cor e de alegria. Trata-se da coroação de todo um processo que inclui o agradecimento a todos auqeles que integram uma equipe. Comemorar significa justamente expandir-se e estar junto aos que desempenham importantes papéis numa jornada vencedora.
Saulo Mota transmite toda essa reunião de energia. Após as várias dificuldades que levam a uma vitória, existe a exaltação, que também é um relaxamento, uma explosão, um descanso antes dos novos desafios que virão. Ver a bandeira da vitória e festejar a conquista motivam o início de um colorido círculo virtuoso de vitórias."

Oscar DÁmbrósio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA - Seção Brasil).

Um comentário:

lela disse...

Saulo, seu blogg está muito bom, suas obras também... parabéns

Beijos da gabi